Celpe-Bras 2022: Inscrições abertas!

A obtenção da naturalização brasileira é o sonho de muitos migrantes. Ainda que as exigências do processo estejam mais simplificadas, existe uma obrigatoriedade para quem solicita a naturalização ordinária que requer muita atenção: a Certificação de Proficiência em Língua Portuguesa (Celpe-Bras). O edital da edição de 2022 foi publicado. Veja mais informações na sequência deste post!

1. Celpe-Bras 2022

Um dos requisitos necessários para os solicitantes de algumas modalidades de naturalização – “Comunicar-se em língua portuguesa, consideradas as condições do naturalizando” – pode causar dúvidas quanto à comprovação do domínio do migrante com a língua. É exatamente para isso que existe a obrigatoriedade do Celpe-Bras, certificação que comprova a proficiência quanto ao uso adequado da língua portuguesa no desempenho de ações não somente textuais, mas principalmente discursivas.

1.1 Níveis de Proficiência

O exame aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), composto por uma etapa oral e outra escrita, apura cinco níveis de domínio e certifica quatro deles. Os níveis possíveis são:

  • Sem certificação (nota 0 – 1,99);
  • Intermediário (2 – 2,75);
  • Intermediário Superior (2,76 – 3,50);
  • Avançado (3,51 – 4,25) e;
  • Avançado Superior (4,26 – 5).

Para conseguir a certificação, o interessado deve atingir pelo menos o nível Intermediário nas duas etapas da prova.

1.2 Prazos

Para inscrever-se no Celpe-Bras e obter todos os detalhes do exame, o solicitante de naturalização deve acessar o edital e entrar no site do Inep. Confira as principais datas:

  • Inscrições: de 26 de julho a 06 de agosto de 2022;
  • Pagamento da taxa de inscrição: de 26 de julho a 09 de agosto de 2022;
  • Aplicação do exame: de 18 a 20 de outubro de 2022.

+ Como obter naturalização brasileira?

2. Naturalização Ordinária

A naturalização brasileira ordinária é concedida a estrangeiros que desejam naturalizar-se e que preencherem os seguintes requisitos:

  • Ter capacidade civil, segundo a lei brasileira;
  • Ter residência em território nacional por, no mínimo, 4 anos. Este prazo poderá ser reduzido a um ano se o naturalizando tiver filho brasileiro, ter cônjuge ou companheiro brasileiro e não estiver separado no momento da concessão, haver prestado ou poder prestar serviço relevante ao Brasil, ou recomendar-se por sua capacidade profissional, científica ou artística;
  • Comunicar-se em língua portuguesa, consideradas as condições do naturalizando; e
  • Não possuir condenação penal ou estiver reabilitado, nos termos da lei.

Tem dúvidas sobre questões migratórias e de naturalização? Solicite um orçamento agora!

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

I accept the Terms and Conditions and the Privacy Policy

Fale com um
Especialista em Global Mobility